streams autônomos temporários: que nossas bolhas sejam eternas enquanto durem

  no final dos anos 90 eu estava morando em montreal, tentando aprender a fazer vídeos com o louis veillette (Synergie), viajando de carro pra nova iorque com a dj maus e trabalhando na ampliação da rede social de couchsurfing do patrick pulsinger (entre outras coisas). éramos lideranças da cena eletrônica nos anos 90 e … Continue lendo

Autenticidade: palavras mágicas e armaduras brilhantes na selva das redes sociais  | renata lemos

via renatalemos.org A autenticidade na comunicação é a nova receita infalível dos gurus para o sucesso absoluto nas redes sociais. Desde Brian Solis (Why Authenticity Matters?) a Armano (o novo slogan da Edelman é “Authentic Communications”); passando por Chris Brogan (Preserve your Authenticity) até Tara Hunt (The Whuffie Factor) – qualquer pessoa que tenha o … Continue lendo

Twitter: o elefante no laboratório das redes sociais | renata lemos

via renatalemos.org Faz tempo que quero escrever sobre a pluralidade das ecologias cognitivas no Twitter. A idéia desse post nasceu como reação a outro post, da pesquisadora Adriana Amaral, que com o título Talking Shit fala do problema da “irrelevância informativa” no Twitter: “Qual a principal “acusação” contra as atualizações de status no Facebook ou … Continue lendo

Renata Lemos and Lucia Santaella lecture on “Levels of Convergence”

via vimeo.com this was a great. great honor to us. dr. basarab nicolescu is the father of the concept of transdisciplinarity.

Pela Democracia Líquida: Um Manifesto

Pela Democracia Líquida: Um Manifesto por renata lemos 1. O século 21 desponta em um contexto de contrastes extremos. Se, por um lado, as conquistas recentes do estado da arte tecnológico expandem as fronteiras do ser humano através da biotecnologia e da manipulação genética, e a sofisticação das plataformas digitais gera redes sociais móveis de … Continue lendo

Acordem: Alô, os bandidos estão lá fora.

  Nos últimos dias falamos muito sobre o maoísmo digital de Jaron Lanier, e sobre um conceito que Matteo Pasquinelli tem chamado de “ideologia da cultura livre”. Nesse contexto, tenho algumas coisas a dizer. É muito importante não deixar que a idéia geral de um futuro digital utópico nos deixe cegos aos fatos da economia … Continue lendo

ter ou não ter guru nas redes sociais, eis a questão.

ter ou não ter guru nas redes sociais, eis a questão. há quem diga que todo mundo deve ser guru de si mesmo e desconfiar de todo e qualquer tipo de liderança; há quem diga que ter um guru (mentor, inspiração, ponto de referência, de parada, de partida, etc etc etc) é fundamental e até … Continue lendo

Publicitários: reinventem a si mesmos. Reinventem a publicidade no século 21.

  Muito embora eu adote uma postura de questionamento e ativismo social dentro do campo da comunicação (uma arena que estou adentrando aos poucos, sob orientação de Lucia Santaella, e a partir da penetração gradual das minhas publicações), esta postura não é ingênua nem maniqueísta. Entre preto e branco existem centenas de tonalidades cinza, e … Continue lendo

as redes sociais podem mudar o mundo sim.

    ontem fui assistir @lucianopalma na Social Media Week SP. ele disse que as mídias sociais não mudam o mundo, mas apenas a forma como nos comunicamos. mais uma vez, dentre muitas outras abordagens das redes sociais, o foco foi o entendimento das mídias sociais como ferramentas, como se pudessem ser separadas das redes, … Continue lendo

redes sociais: estratégias, serendipidade e caos organizado /cc @augustodefranco

via renatalemos.org @augustodefranco tuitou recentemente sobre o conceito de estratégia nas redes sociais. segundo ele, a estratégia não é um conceito que se aplique ao universo fluido das redes sociais. fiquei pensando sobre isso, e apesar de concordar com ele em relação à estratégia entendida como manipulação, não concordo em relação à estratégia entendida como … Continue lendo